Uma noite de grandes emoções. Assim se resume a apresentação dos resultados da 6ª edição do Projeto de Socialização da Oktoberfest de Igrejinha. O evento aconteceu na noite de quarta-feira (27), no Auditório da Escola Municipal Vila Nova. Com o tema “A Socialização Celebra a Alegria” a ação contou com a participação de 24 grupos e mais de mil pessoas envolvidas, o que resultou em benefícios para 140 mil pessoas de seis cidades da região.

 

Entre os meses de maio e agosto os grupos inscritos no Projeto de Socialização desenvolveram atividades atingido entidades e comunidades das cidades de Igrejinha, Três Coroas, Taquara, Rolante, Novo Hamburgo e Estância Velha. Festivais de Danças, festa de 15 anos para jovem carente, plantio de mudas de hortênsias e árvores nativas, evento com arrecadação de verba revertida para entidade, galeto e rafting solidário, arrecadação de alimentos, agasalhos, higiene, plantio de mudas.

Crédito das fotos: Anderson Silva / Portal da Cidade

 

O envolvimento da comunidade é tanto que tem participante que integra de mais de um grupo de ação, como Marilda da Silva, que está em três: no Grupo Nosso Lar, nas Eternas Soberanas da Oktoberfest e no Consulado Colorado. “Acreditamos que a união é um dos fatores importantes para o sucesso de qualquer projeto, e quando esse projeto é para o bem maior, como o da socialização, isso tem uma força multiplicada e o reflexo na sociedade é imenso e contagiante. Somos muito felizes em poder participar e emocionar vidas”, afirma ela

 

Nesta edição o Projeto de Socialização inovou e propôs aos grupos uma ação coletiva. A “Grande Ação”, realizada em parceria com a Secretaria Municipal da Saúde de Igrejinha, aconteceu no dia 19 de agosto, quando participantes de todos os grupos visitaram alguns bairros da cidade e realizaram o recolhimento de lixo acumulado. Os grupos receberam orientação sobre como conscientizar a população sobre doenças decorrentes do acúmulo de lixo e água parada, como os criadouros de Aedes Aegypti, mosquito transmissor da dengue, da chikungunya e zika vírus.

 

“A cada ano o projeto está atingindo mais e mais pessoas, estamos extremamente felizes pelos números atingidos nesta edição. Isto só corrobora o espírito comunitário da Oktoberfest de Igrejinha”, comemoram os coordenadores do projeto, Mariela Dal Castel, Lidiani Lehnen e Eduardo Pereira.

 

O Presidente da 30ª Oktoberfest, Márcio Linden, e sua esposa, Analise Linden, prestigiaram o momento de apresentação e confraternização entre os grupos participantes. Emocionados Márcio e Analise agradeceram o empenho de cada um que dedicou seu tempo a ajudar o próximo. “Este é um projeto lindo, tem a cara comunitária de nossa festa. A única coisa que podemos fazer é agradecer imensamente, neste ano atingimos 140 mil pessoas, o que é um recorde, pois com as edições anteriores havíamos ajudado um total de 100 mil. Superou qualquer expectativa”, comemoraram.

 

Os grupos participantes da 6ª edição do Projeto de Socialização da Oktoberfest de Igrejinha foram: Tulipa’s, Sociedade União de Cantores de Igrejinha (SUCI), Sicredi, Sicoob Ecocredi, Rotary Club de Igrejinha, Piratas, Patrulha do Bem, Os VIPS, Os Doutores Coloridos, OASE (Ordem Auxiliadora de Senhoras Evangélicas), Nosso Lar, Lions Clube de Igrejinha, LEO Clube de Igrejinha, Homens na Cozinha Beneficente, Freudelehrer, Eternas Soberanas, Consulado do Grêmio, Consulado Colorado, Câmara de Vereadores, Associações Esportivas, AREKERB (Associação dos Reis de Kerb Regional), Amigos do SESI Igrejinha, AFAH (Associação Feminina de Apoio ao Hospital Bom Pastor) e A.C.F Wiedergeburt.

 

As comunidades e entidades que receberam benefícios com o projeto foram: Igrejinha – Unidade de Tratamento de Resíduos Domésticos de Igrejinha, Instituto Estadual de Educação Olivia Lahm Hirt, Hospital Bom Pastor, INEVAM (Instituto Evangélico de Amparo ao Menor), ONG Adote um Amigo, comunidade de Haitianos, Instituto Santíssima Trindade, alunos das Escolas Municipais e da APAE, Instituto Humanitário Casa do Pai, CREAS, Esporte Clube Igrejinha.
Três Coroas – Hospital Dr.Oswaldo Diesel.
Taquara – Lar Padilha, APAE.
Rolante – Escola Independência de Alto Rolante.
Estância Velha – ONG Mãos que Movem o Mundo.
Novo Hamburgo – Lar São Vicente de Paula.